Tá Contratado

Como selecionar música de fundo para loja?

Como selecionar música de fundo para loja?

Embora possa ser difícil identificar a melhor música de fundo para fazer compras, é fácil escolher qual música é a pior. Essa música é irritante, alta e tão difícil de ouvir que leva os clientes de volta para a porta.

A música suspensa ou de fundo desempenha um papel importante em manter os clientes na loja. Quando está ruim, os clientes saem correndo. Isso é fácil de evitar. No entanto, você precisa de mais do que música que “não seja ruim” quando se trata de sua loja de varejo. Você precisa de música que não apenas mantenha os clientes na loja, mas também aprimore sua experiência e aumente as vendas de sua empresa.

Recursos importantes incluem:

  1. Sua fonte é legal para uso comercial.
  2. A música se encaixa na sua marca.
  3. Não é sua lista de reprodução pessoal.
  4. A lista de reprodução ressoa com seu público-alvo.
  5. A música não frustra sua equipe.
  6. As mensagens aéreas são perfeitamente integradas.
  7. Ele cria uma experiência local coesa.

Por que a música de fundo é importante?

Música de fundo é mais do que preencher um silêncio constrangedor em uma loja de varejo. É uma ferramenta para melhorar o desempenho da sua loja e a experiência de cada um que entra. Ao seguir essas diretrizes, você pode criar um sistema de som aéreo que:

  • Cria um ambiente e uma experiência de marca totalmente
  • Diminui o estresse do cliente e melhora a atitude do cliente
  • Fornece dicas aos clientes sobre a rapidez com que devem se mover pela loja
  • Melhora a satisfação e a produtividade do funcionário
  • Aumenta as vendas

Não tenha como objetivo apenas fornecer música para compras que “não seja ruim”. Encontre a música perfeita para sua empresa e compradores exclusivos, seguindo estas práticas recomendadas.

1. Sua fonte é legal para uso comercial

Um dos fatores mais importantes na seleção da melhor música de fundo para compras costuma ser aquele que os varejistas ignoram: escolher música que seja legal para tocar.

Existem legalidades complicadas quando se trata de tocar música em um espaço de varejo. Você pode estar quebrando essas regras se estiver tocando músicas por meio de:

  • O rádio
  • CDs
  • iPods
  • Serviços de streaming como Pandora ou Spotify

Muitas empresas cometem esse erro sem nem mesmo perceber. Mas esse não é um erro fácil de abandonar se você for pego.

Tocar música sem licença em lojas de varejo pode ser um erro caro de se cometer. Portanto, ao selecionar música, certifique-se de conhecer as regras e use apenas músicas e listas de reprodução licenciadas.

2. A música se adapta à sua marca

Para descobrir o que seus clientes querem ouvir, comece considerando sua empresa como um todo. Anote as características da marca que definem a personalidade da sua empresa. Em seguida, combine as características com um estilo de música que compartilhe as mesmas qualidades.

Por exemplo, uma loja de varejo que vende joias de alta qualidade pode querer refletir as qualidades de sofisticação e elegância da marca. Eles podem escolher uma lista de reprodução de música clássica que corresponda a essas características.

A escolha de um som que corresponda à personalidade da sua empresa proporciona a continuidade da marca – e também pode aumentar as vendas. Estudos descobriram que quando uma loja de vinhos mudou sua música dos quarenta melhores para um estilo mais sofisticado com música clássica, os clientes selecionaram mercadorias mais caras. Os clientes foram influenciados pelo som mais refinado para comprar vinhos mais refinados.

3. Não é sua lista de reprodução pessoal 

Gostar da música de fundo de sua loja não é uma coisa ruim. Você não precisa parar de tocar a música de que gosta. Mas só porque você gosta de um determinado estilo de música não significa que ele seja adequado para sua empresa ou clientes.

Embora possa ser tentador, não escolha a música para sua loja com base em preferências pessoais. É importante não permitir que gerentes de loja ou outros funcionários alterem a música com base em suas preferências. A melhor música de fundo para compras em sua loja sempre corresponde à preferência do cliente em primeiro lugar. Toque o que eles querem ouvir.

4. A lista de reprodução ressoa com seu público-alvo

Depois de determinar um som que corresponda à sua marca, vá um pouco mais fundo. Considere como seu público-alvo responderá à música de fundo.

Busque músicas e sons para sua lista de reprodução musical  que corresponda às preferências e interesses de seu comprador ideal. Use músicas que combinem com seus gostos e desqualifique músicas que não combinem com suas preferências.

5. A música não frustra sua equipe

Embora escolher a música para compras que seus clientes gostem deva ser uma prioridade, você não pode esquecer completamente sua equipe. Os funcionários estão sujeitos à música suspensa por longos períodos. Quando a música os incomoda por ser desagradável ou redundante, pode ter um impacto no desempenho da sua loja.

A música suspensa  afeta a produtividade e o moral dos funcionários . Você precisa do equilíbrio certo de música e variedade de canções que deixem os funcionários felizes e, ao mesmo tempo, correspondam aos temas e necessidades de sua loja.

 

Leia também: Como contratar Pedreiro em Campinas

6. As mensagens indiretas são perfeitamente integradas

Os sons de fundo em sua loja de varejo não se restringem à música. Para obter o máximo do seu sistema de som, você também pode incorporar mensagens estratégicas.

Os clientes em sua loja são um público engajado, então você pode usar mensagens gerais para se conectar com eles e:

  • Direcione-os para departamentos específicos
  • Alerte-os sobre promoções e ofertas
  • Promova produtos e serviços
  • Compartilhe anúncios de eventos
  • E mais

 

7. Ele cria uma experiência local coesa

Estudos  mostraram que a música de fundo em lojas de varejo realmente afeta a maneira como os clientes se envolvem com seu ambiente.

Encontrar a melhor música de fundo para fazer compras não é apenas escolher as músicas certas. Também se trata de escolher música com o ritmo, volume, gênero e mensagem corretos.

 

Volume

Não há uma regra definida quando se trata de quão alta deve ser a música em sua loja. Tudo depende das preferências de seus clientes. No entanto, a ciência pode ajudá-lo a tomar uma decisão informada.

Vários estudos mostraram que música alta leva a menos tempo gasto em compras, em comparação com música mais suave. No entanto, sabemos que o volume teve pouco efeito nas vendas totais. Além disso, algumas pesquisas sugerem que a música alta pode levar a uma percepção distorcida de quanto tempo se passou, especialmente em mulheres, que tendem a pensar que menos tempo se passou quando a música alta está tocando.

A idade média do público deve ser um ponto focal ao decidir o nível de volume. Os compradores mais jovens tendem a passar mais tempo fazendo compras quando a música é tocada em um volume mais alto, enquanto os compradores mais velhos passam mais tempo quando a música está no fundo ou em um volume mais baixo. Essa descoberta joga de mãos dadas com os desafios atuais de marketing entre gerações.

Gênero

O tipo de música tocada é uma das primeiras coisas que os clientes notam ao entrar em uma loja. Essa música não deve ser escolhida com base no que os funcionários querem ouvir, mas sim na imagem de estilo de vida que uma marca deseja transmitir na mente de seus clientes. Além disso, as marcas devem escolher um gênero que se enquadre em sua categoria e inspire os clientes a tomar uma decisão de compra.

Compartilhar:

Adicionados Recentemente

DEPOIMENTOS DE CLIENTES

Entrar




Cadastrar




Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Confira excelentes Prestadores de Serviços