Noventa por cento dos trabalhadores americanos dizem que a liderança empática leva a uma maior satisfação no trabalho e 79% concordam que diminui a rotatividade de funcionários. Bondade e empatia são essenciais para o engajamento dos funcionários.

Há uma qualidade de que você precisa como líder que inspirará toda a sua força de trabalho a ser mais envolvida, mais produtiva e, por fim, mais feliz no trabalho. Não é a sua ética de trabalho, sua tomada de decisão ou sua capacidade de fazer seu trabalho. Embora essas características sejam muito importantes, essa qualidade substitui aquela. 


É gentileza. 

Sim, é isso – o simples ato de ser gentil e empático com seus funcionários fará maravilhas para o seu negócio. E há pesquisas para provar isso.

Pessoas tratadas com gentileza no trabalho retribuem o favor sendo 278% mais generosas com seus colegas de trabalho do que um grupo de controle. Não só isso, mas descobriu que a gentileza estimula o bem-estar no local de trabalho, o que, em por sua vez, cria níveis de energia mais elevados e um aumento nas perspectivas positivas e na resolução de problemas. 

Não podemos subestimar o quão benéfico isso é para as empresas, especialmente considerando que o desgaste dos funcionários está aumentando. Estudos mostram que mais de 52% dos trabalhadores americanos experimentaram burnout em 2021, contra 43% no ano anterior

A bondade vem em muitas formas. É a maneira como você fala, a linguagem que você usa, a comunicação não-verbal que você exibe, o feedback que você dá e as metas que você estabelece.

Dar feedback positivo para um bom trabalho é um ato de gentileza, assim como reconhecer – e apontar – quando alguém vai além de sua carga de trabalho normal, usando sua iniciativa para impulsionar seus objetivos de negócios. Celebrar os sucessos das pessoas, em vez de focar apenas em seus erros ou fracassos, é outro ato gentil. 

Especificamente, descobriu-se que receber palavras de reconhecimento e elogio ajuda os funcionários a se sentirem mais realizados, aumenta sua autoestima, melhora suas autoavaliações e desencadeia emoções positivas. Claro, isso significa que eles têm menos probabilidade de sofrer de esgotamento. 

A incrível consequência da bondade é que ela cria um efeito cascata. Se você for gentil com seus subordinados diretos, é provável que eles transmitam esse sentimento às pessoas que gerenciam – e você forma uma onda energética de positividade em toda a sua empresa. Você tem o poder, como líder, de promover essa atitude. Os funcionários estão muito cientes das qualidades, atos e comportamentos de seus chefes. Não há como esconder uma atitude negativa ou mesquinharia. Então, seja gentil de propósito.

Não são apenas os funcionários que se beneficiam da gentileza; as empresas também. Quando você promove ativamente a gentileza no local de trabalho e ela se torna a norma, sua empresa colherá os frutos. Em um estudo marcante , que analisou mais de 3.500 empresas, os pesquisadores descobriram que atos de cortesia, ajuda e elogios eram preditivos de produtividade, eficiência e taxas de rotatividade mais baixas. Isso contribuiu para um maior sucesso nos negócios e facilitou uma cultura de colaboração e inovação. 

Mas é importante lembrar que ser gentil no trabalho não se refere apenas aos elogios que você faz – é o que você recebe também. É aí que entra a empatia.

A empatia é um dos alicerces mais essenciais da confiança e da transparência em um líder. Se você conseguir ter empatia com as necessidades de seus funcionários no trabalho – sejam eles problemas com sua carga de trabalho, situações pessoais que tornam sua função mais desafiadora ou falhas de comunicação que afetam seu desempenho no trabalho – você está contribuindo para um relacionamento mais confiável. 

Suas necessidades são importantes. Ouvi-los ativamente – ou seja, estar totalmente presente, realmente absorvendo o que eles estão dizendo e, em seguida, respondendo apropriadamente – significa que você começará a entender mais profundamente o que eles estão sentindo e a ver as coisas de sua perspectiva.

Embora possa ser bastante desafiador para alguns líderes, colocar-se no lugar de outra pessoa é uma ferramenta tão simples, mas poderosa. Quando as pessoas se sentem compreendidas e respeitadas, suas barreiras caem e elas ficam mais abertas para enfrentar o trabalho com uma mente nova e aberta.

A pesquisa mostra que 90% dos trabalhadores dizem que a liderança empática leva a uma maior satisfação no trabalho e 79% concordam que diminui a rotatividade de funcionários. Então, você quer colegas de trabalho mais felizes que não querem pular do barco na primeira oportunidade para uma nova função? Empatia é a chave. 

A melhor coisa sobre como promover a bondade como um líder é que isso é totalmente gratuito. Claro, pode ser complicado se você estiver em uma situação de alta pressão ou se encontrar diante de uma tarefa desafiadora, mas se você trabalhar na criação de uma cultura mais gentil a cada dia, isso logo se tornará a norma, e sua mentalidade irá começar a mudar. 

Lembre-se de que mais de 90% dos seus pensamentos são subconscientes e, mesmo sem perceber, você faz julgamentos instantâneos sobre pessoas e situações com base em preconceitos que talvez nem saiba que tem. Tornar-se consciente desses pensamentos é fundamental, e só então você começará a ver as situações da perspectiva de outras pessoas e realmente compreender o que elas precisam.

Agora é quando você pode se considerar um grande líder.

 

Atua como Prestador de Serviços? Conheça os Planos de Divulgação aqui do Tá Contratado e comece a ser procurado por milhares de usuários.

Entrar

Cadastrar




Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.